quarta-feira, 23 de junho de 2010

CAPÍTULO 6

Garoto Sombrio

Malditas bruxas, sempre estragando tudo. Se tivessem ficado quietas eu já teria a garota em minhas mãos agora, mais não, tinham que começar a dar aquelas suas risadinhas irritantes. Só trabalho com elas porque se não me mandam de volta de onde eu sai.

Confesso que fiquei surpreendido quando vi a garota pela primeira vez, Agata, é muito bonita do seu jeito, tem cobelos no comprimento dos ombos, pretos azulados, alta, tem o rosto pálido, olhos bem sombreados, com certeza é gótica, o que a torna ainda mais desejável pra mim.

Voltando nos acontecimentos que estão acontecendo agora, eu não poderia mais enfeitiá-la para vir até mim,sem ma cansar para procurá-la. Bom, ainda bem que eu consigo, pois sou em parte rastreador - na verdade sou parte de vários dmonios, não me pergunte por que - comecei a cheirar o ambiente e em algum lugar próximo de onde estavamos havia um cheiro de canela e de outras ervas, na minha cabeça veio sua imagem, segui em sua direção.

Quando cheguei no comodo, que aparentemente era seu quarto - defino isso pelos posters de bandas e caras sem camisa - eles estavam fugindo, ela pelo que pude perceber estava sendo toda boazinha e deixando seus amigos saírem primeiro. Com minha rapidez cheguei até ela quando o último de seus amigos tinha saído, segurei-a pelo braço e olhei em seus olhos, havia algo diferente neles, algo que não era hmano, logo percebi que o verde de seus olhos eram contornados por roxo e azul, fazendo dela parte do meu mundo, quando a olhei também senti alguma coisa, algo como um calor em meu coração , que a muito tempo fiquei em dúvida se existia, mais devia ser só imaginação minha, afinal o que ela tinha para me fazer sentir assim, admito que era bonita e adoraria tê-la em meus braços, mas só isso...nada mais...eu acho...

Nem percebi que enquanto a encarava desafrouxei meu aperto em sus braços e ela já tinha escapado e estava muito longe, correndo para seus amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário